O que as empresas acham das mídias sociais ?

24/09/2009 16:27:00

Em Julho de 2009 foi realizada uma pesquisa pela eMarketer com os executivos de recursos humanos nos EUA, a respeito de mídias sociais, perguntando quais os pontos positivos e negativos dessa ferramenta.

A primeira parte da pesquisa, mostrada abaixo, mostra os valores das mídias sociais apontados pelos executivos:

81% dos entrevistados acreditam que podem melhorar o relacionamento com os clientes e construir a marca da empresa, 69% dizem que é uma ferramenta viável de recrutamento, 64% uma ferramenta de serviços para os clientes e 46% acreditam que melhora a moral dos empregados.

Abaixo é mostrado um segundo quadro com as principais atividades que são feitas utilizando mídias sociais, mostrando que 82% utilizam para fortificar a marca e 60% criar uma rede de relacionamentos.

Por último é mostrado o quadro que aponta o porquê de não utilizar as mídias sociais. As principais causas do não uso são: falta de conhecimento (51%) e problemas de segurança e confidencialidade (40%).

Acredito que fazendo uma pesquisa para o cenário nacional o resultado não seria muito diferente. A conclusão que se tem é que as empresas acham bom utilizar as mídias sociais, porém não tem o conhecimento suficiente para utilizar as ferramentas. Muitas vezes os profissionais não são incentivados a se atualizarem sobre o assunto ou não tem motivação para fazer o mesmo.

Uma opção é a terceirização do serviço, apesar de poucas empresas estarem fazendo o trabalho corretamente. Os indicadores de sucesso as vezes são obscuros e mal utilizados, o que dificulta para as empresas medirem o retorno do investimento que está sendo feito.

Um case inovador que estou acompanhando aqui por perto é o caso do Porto Cai na Rede, um evento que irá reunir blogueiros/twiteiros em Porto para viverem a experiência de passar 4 dias na praia e depois repassar para o público a experiência deles. Eden, um dos organizadores do evento, que o diga da dificuldade de conseguir apoio das empresas e secretárias, foi necessário muito esforço. Pude acompanhar a palestra de apresentação do projeto, onde foram mostrados números como: 880 mil citações no Google sobre Porto de Galinhas, pico de buscas em 1 de setembro sobre o termo, o que normalmente acontece apenas no fim do ano. Além disso foram geradas matérias na mídia como no Jornal de turismo, Eu Capricho, Brogui e outros. Isso tudo gerado antes do evento, os números provavelmente irão aumentar.

Cases como esse deve ser divulgados Brasil a fora, para que as empresas comecem a perceber a força dos blogs, twitter, redes sociais e similares, como uma mídia de divulgação de baixo custo e que traz excelentes resultados se feito da maneira certa.

 

Fonte: de Leandro Reinaux Almeida

Veja outras notícias clique aqui.

 
BAZZ, Estratégia e Operação de RH - Entre em contato conosco e veja detalhes

www.infonova.com.br