Comércio eletrônico responde por 12% das vendas na UE em 2008

20/01/2010 10:21:00

O comércio eletrônico respondeu por 12% das receitas das empresas na UE (União Europeia) em 2008, segundo dados divulgados nesta terça-feira pela Eurostat, a agência europeia de estatísticas. Os resultados fazem parte de uma pesquisa realizada no início de 2009 sobre tecnologias de informação e comunicação nos países do bloco, além da Croácia e Noruega.

A proporção de participação do comércio eletrônico nas receitas das empresas variou em cada país, segundo a Eurostat; as maiores parcelas foram observadas na Irlanda (26%), Finlândia e Suécia (18%), República Tcheca, Alemanha e Reino Unido (15%), Hungria (14%) e França (13%). As menores proporções, por sua vez, foram as observadas na Bulgária e em Chipre (1%).

O documento da Eurostat mostrou também que 73% das receitas do comércio eletrônico vieram das vendas efetuadas dentro de cada país, 19% vieram das vendas para outros países da UE e 8% para países de fora do bloco.

As maiores proporções no comércio com países do bloco foram vistas em Malta (56%), Eslováquia (34%), Irlanda (23%) e Chipre (20%). No caso das vendas dentro do próprio país, as maiores parcelas foram vistas nas empresas da Letônia (88%), Bulgária (85%), do Reino Unido (83%), da Grécia e da França (82%) e da Espanha (81%).

A Hungria se destacou com 60% das vendas eletrônicas das empresas do país dirigidas a países fora da UE; em seguida nessa leitura vieram Chipre (51%), Eslováquia (44%) e Irlanda (39%).

Segundo a pesquisa, em janeiro do ano passado 93% das empresas com dez ou mais empregados tinha acesso à internet e, destas, 82% contavam com banda larga.

A Eurostat informou que, dos países do bloco, a Finlândia conta com a maior proporção de empresas com acesso à internet --todas as companhias do país possuem; na Dinamarca, Áustria e Eslováquia 98% das empresas têm conexão com a internet; e na Alemanha a proporção é de 97%.

Apenas seis países do bloco têm menos de 90% de suas empresas com acesso à rede mundial: Romênia (72%), Bulgária (83%), Letônia e Hungria (ambas com 87%), Chipre (88%) e Grécia (89%).

A zona do euro é atualmente formada por Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Malta e Portugal.

A União Europeia inclui, além destes, Bulgária, Dinamarca, Reino Unido, República Tcheca, Suécia, Polônia, Hungria, Romênia, Estônia, Lituânia e Letônia.

 

Fonte: da Folha Online

Veja outras notícias clique aqui.

 
BAZZ, Estratégia e Operação de RH - Entre em contato conosco e veja detalhes

www.infonova.com.br